FORGOT YOUR DETAILS?

CREATE ACCOUNT

Quando é que é Demasiado Tarde Para Começar o Treino de Pontas? (How Old is Too Old to Start en Pointe?)

A questão “ Quando é que é demasiado tarde para começar o treino de pontas?” aparece frequentemente nos fóruns e grupos de discussão centrados sobre o treino de pontas, e, este é um assunto que nem todos os professores/ terapeutas/ autores abordam. Tecnicamente existe um menor risco para os pés duma aluna adulta quando começa o trabalho de pontas, uma vez que as cartilagens de crescimento já estão totalmente fundidas. Contudo, serão muito poucas as alunas adultas que não tenham dançado durante vários anos na sua juventude, que irão possuir um pé com a forma e força apropriadas ao treino de pontas. “O Livro para As Pontas Perfeitas”, um livro electrónico para download desenvolvido para ajudar alunas a fortalecerem os seus pés para o trabalho de pontas, apresenta detalhadamente como medir a amplitude de movimento em várias partes do pé e tornozelo necessárias para o treino de pontas.

A força requerida para uma aluna de ballet mais velha progredir para as pontas, na verdade, excede aquela que é requerida para uma jovem bailarina. Isto é devido ao facto de a maioria das bailarinas adultas serem significativamente mais pesadas do que a média das jovens de 12 anos! A bailarina deve ser capaz de controlar bem os pés para todos os testes, especialmente quando en fondu, e durante o petit allegro, uma vez que o aumento do peso corporal irá criar tensões muito mais fortes sobre as articulações do pé durante os saltos. Diminuído controlo do arco do pé quando en fondu, especialmente na ligeiramente arredondada sola da sapatilha de ponta, irá colocar os joelhos sobre grande tensão durante os movimentos. Força de turnout (ou en dehors), amplitude de movimento e controlo são também aspetos muito importantes para avaliar.

How old is too old to start pointe work?

Se uma aluna adulta tem feito aulas de ballet durante algum tempo, e tem trabalhado bem os seus pés, a força necessária no “ante-pé” não demorará a desenvolver. Porém, para a aluna absolutamente iniciada ao ballet, aprender como isolar certos músculos no pé pode demorar algum tempo. Os nossos corpos desenvolvem ‘padrões motores’ dos movimentos que fazemos regularmente, e é importante que este controlo isolado dos pés seja de segunda natureza para a bailarina, antes que esta comece o trabalho de pontas. Existem muitas outras coisas em que pensar enquanto em pontas, pelo que a bailarina deve ser capaz de facilmente controlar a posição dos dedos dos pés na sapatilha de pontas, de modo a ter ótimo controlo e segurança nas pontas.

A coordenação requerida para controlar os pés em pontas é algo que se desenvolve ao longo dos anos de aprendizagem de dança, e, tal como para qualquer aluna, eu espero que esta realize 3 aulas por semana durante um ano, e idealmente aulas regulares por vários anos, antes de considerar iniciar o trabalho de pontas.

Todos os aspetos discutidos em “O Livro para As Pontas Perfeitas” devem ser vistos por todas as pessoa de todas as idades (incluindo rapazes!) antes de progredir para as pontas. Este fornece guias e testes de amplitude de movimento e força que são muito importantes para prevenir lesões. Não é impossível para uma bailarina adulta progredir para as pontas, mas, usualmente, irá requerer muito trabalho e dedicação para conseguir isto de forma segura.

Pointe Resources

If you are looking to delve deeper into this topic, check out the following programs:

  • The Perfect Pointe Book: This course was originally designed to help students and dance teachers safely prepare for pointe work. The four stages of tests and exercises within the book are ideal for pre-pointe preparation classes, students close to achieving pointe shoes and students already en pointe looking for extra strength and technique training.
  • Pointe Range: This online program comprises of 41 clear and concise videos, totalling just under 2 hours play time, this course begins with a series of assessments to establish exactly what structures are restricting your pointe range. It then explores a diverse array of massage techniques, joint mobility exercises and fascial mobilisers to safely improve your pointe range. This is followed by an in depth look at retraining all of the muscles that stabilise the foot and ankle to allow you to actually use your new found pointe range in class.
  • Pointe Intensive: This online virtual workshop is designed for both Dance Teachers & Health Professionals working with dancers. This three day Intensive will give you the most up-to-date advice in the industry to help you understand your students’ needs, analyze their differences, and them you the tools to help your students become the best dancer they can be.

Can Students With Restricted Range Ever Go En Pointe?

Hi Lisa, If a student does not have good flexibility…

Does Pointe Work Hurt?

While pointe work is not exactly like wearing slippers, it…

Improving Beginner Pointe Work

Improving Beginner Pointe Work Teachers often wonder how to get…

Stretches To Improve Pointe Range

Dear Lisa, Would you happen to have any foot stretches…

Join The Ballet Blog Community & Receive 10% Off Your First Order!

TOP

All prices are shown in AUD - Please check www.xe.com for currency conversion to your local currency